fbpx
Os 20 princípios que todos os treinadores de animais devem conhecer

Os 20 princípios que todos os treinadores de animais devem conhecer

5.99

 

Os 20 princípios que todos os treinadores de animais devem conhecer de Roger Abrantes

 

Os principios absolutamente mais importantes no treino de animais. Este é o livro que todos os treinadores de animais devem ter sempre à mão.

 

Não lhe enviaremos downloads, links para descarregar o livro ou cópias em papel. Este livro encontra-se somente on-line (flip-pages). Obtenha mais informação na página FAQ.

 

Please, read terms and conditions for book subscriptions.

 

Description

 

Os 20 princípios que todos os treinadores de animais devem conhecer de Roger Abrantes

 

Os principios absolutamente mais importantes no treino de animais. Este é o livro que todos os treinadores de animais devem ter sempre à mão.

 

“É a primeira vez que um livro meu, se bem que pequeno, aparece traduzido em português. É para mim razão de contentamento poder oferecer ao meus leitores um livro na língua dos meus ancestrais. Fiz eu próprio a tradução, o que foi um exercício interessante, não só porque me obrigou a aprender português moderno, mas também porque exigiu de mim, mais que uma vez, que pensasse de modo um pouco diferente. Interessante o que a língua faz de diferença! Este pequeno livro inclui definições, explicações e exemplos dos processos necessários para treinar animais. Aos 20 princípios básicos, acrescentei 16 para o treinador mais avançado. Claro que a aprendizagem animal é muito mais que meramente 36 princípios; mas na pratica, qualquer treinador que conheça estes 36, e os use corretamente, não poderá deixar de ter certo sucesso. Adicione um pouco de habilidade de comunicação, uma boa porção de empatia e uma dose suficiente de paciência e tem aqui a receita para resultados bem sucedidos no seu treino de animais. A maior parte dos termos neste meu livro estão definidos de acordo com a terminologia clássica se bem que vários necessitaram ajustamentos em precisão e clareza. Outros, fui obrigado a redefinir, pois as definições que encontrei eram contraditórias ou incongruentes. Quanto a alguns processos fomos (o meu team e eu) obrigados a criar termos novos e defini-los convenientemente, pois não se encontravam mencionados na literatura clássica.”

~Roger Abrantes